quarta-feira, 13 de março de 2013

Nuno Júdice e Martynchuk Vasily

Quadra Melancólica







 
 
 









Nas casas antigas onde a morte se instala,
abrem-se janelas, o sol pode entrar;
e as sombras sentadas nos sofás da sala
esfregam os olhos para não chorar.



in Poesia Reunida, 1967-2000
 
 
 
Martynchuk VASILY, "Memoirs of the Old House"

Sem comentários: