segunda-feira, 28 de novembro de 2011

José Pedro Messeder e Maurits Cornelis Escher

Formas







Tem a forma de redoma
Chama-se segredo. 

Tem a forma da chuva
Chama-se dor. 

Tem a forma de um muro
Chama-se tristeza. 

Tem a forma de uma nuvem
Chama-se silêncio. 

Tem a forma de uma pedra
Chama-se sílaba. 

Tem a forma de laranja
Chama-se desejo. 

Tem a forma de uma árvore.
Chama-se mãe. 

Tem a forma de uma chave.
Chama-se pai. 

Tem a forma de um pássaro.
Chama-se filho. 

Tem a forma de liberdade.
Chama-se vento.



Maurits Cornelis ESCHER, "Metamorph"

Sem comentários: